Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil e uma maneiras de ver as coisas

Mil e uma maneiras de ver as coisas

A arte de não querer saber

É um estranho mundo este em que todas as pessoas agem como se não quisessem saber de nada para além de si próprias. É importante gostarmos de nós próprios e é importante fazermos aquilo que queremos, mas está-se a chegar a um ponto em que não há cedências. 

Parece que é o concurso de quem quer saber menos. Se uma pessoa mostra preocupação é porque é obstinada. E acontece um fenómeno: as pessoas que antes se preocupavam e cediam, deixam de o fazer, cansam-se e passam elas próprias a não querer saber também. 

É um mundo individualista e egoísta que age apenas no interesse próprio. Todos nós temos os nossos próprios interesses e as nossas próprias preocupações e os nossos próprios horários, mas se queremos um convívio social autêntico e real temos de ceder às vezes. Temos de adaptar a nossa vida à daqueles com quem queremos estar. 

É estranho este mundo que pratica a arte de não querer saber. 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D