Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mil e uma maneiras de ver as coisas

Mil e uma maneiras de ver as coisas

Auto preservação

 

Há fins que têm que acontecer para dar lugar a coisas melhores. É verdade. Temos de seguir o nosso instinto e se ele nos diz que aquela situação já não nos agrada, então o melhor mesmo é acabar. Se não estamos bem com alguma coisa então temos de seguir em frente. Claro que quando somos nós mulheres a acabar a tendência natural dos homens é excluírem qualquer culpa da parte deles. O discurso é sempre o mesmo: eu estou igual, tu é que não queres e se não queres pronto a responsabilidade é tua. É natural, os homens são seres que não gostam da responsabilidade, seres descontraídos, ao contrário de nós mulheres, e portanto não querem sentir que fizeram algo de errado. É normal. Não os culpo. Nós mulheres é que perante este discurso temos de ser fortes o suficiente e pensar: já chega, eu não quero mais isto e portanto vou manter a minha decisão e seguir em frente. Até porque quem gosta realmente não desiste de nós. Quem gosta luta, quem gosta fica. Se estamos com alguém que desiste com uma grande facilidade então é porque já não era para ser. Ninguém tem o poder de nos fazer estagnar numa situação que não nos faz bem.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D