Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mil e uma maneiras de ver as coisas

Mil e uma maneiras de ver as coisas

Opostos atraem?

Será que os opostos atraem mesmo? Há aquelas pessoas que conhecemos e percebemos que somos muito diferentes. Aquelas pessoas que mesmo sem se conhecer muito bem, passa-se a maioria do tempo a não gostar. Há pessoas que representam tudo aquilo ou muito daquilo que não gostamos. E nós igualmente representamos tudo o que aquela pessoa não gosta. 

Podem de repente estas duas pessoas até começarem a interessar-se por ultrapassar estas ideias que têm uma sobre a outra e ver além disso? Podem duas pessoas que discordam, chegar a um ponto comum?

De repente aquela pessoa que representa quase tudo o que não gostamos tem alguma coisa de intrigante. Temos uma curiosidade que não aguentamos dentro de nós de conhecer essa pessoa melhor. E depois questionamo-nos: mas porque é que eu quero ser amiga/o daquela pessoa? Passei este tempo todo a desgostar daquela pessoa e agora de repente quero conhecê-la melhor?!

Isto das relações interpessoais tem mesmo um quê de surpreendente. 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D