Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mil e uma maneiras de ver as coisas

Mil e uma maneiras de ver as coisas

Something totally different

As pessoas têm diferentes perspetivas perante uma mesma situação. Isto acontece porque cada um tem as suas experiências de vida e essas experiências influenciam a nossa forma de ver o mundo. 

Às vezes por mais que tentemos que as outras pessoas vejam o nosso ponto de vista não conseguimos. É quase como se nós estivessemos a falar português e a outra pessoa mandarim.

Há alturas em que nos podemos questionar porque é que que aquela pessoa saiu da nossa vida. Porque não tentou entender o nosso ponto de vista, mas a realidade é que essa pessoa nunca iria entender o nosso ponto de vista porque não nos entende na essência. Não entende o nosso modo de ver a vida  e o nosso modo de vivê-la. 

Há pessoas que ficam, querem ficar e entendem o nosso modo de ser. Essas são as pessoas que se vão tornar os nossos melhores amigos. Aqueles que nos viram passar por quase tudo e mesmo assim não arredam pé.

Um exemplo de uma amizade intemporal é a da Lane e da Rory da série Tal mãe, tal filha (Gilmore Girls). Passaram anos, ambas tiveram diferentes percursos de vida, a Rory foi para Yale, a Lane foi para outra universidade, a Lane formou uma banda de Rock, a Rory foi viver com os avós, voltou para casa da mãe. A Rory podia sempre contar com a Lane e a Lane com a Rory. 

 

 Nos relacionamentos amorosos é ainda mais díficil conciliar modos de ver a vida do que nas amizades, se calhar porque há um outro grau de sentimento. Quando as duas pessoas do relacionamento são muito diferentes e cresceram em contextos muito diferentes, dificilmente conseguirão conciliar opiniões e fazer qualquer tipo de relacionamento funcionar. Quando uma pessoa está habituada a conseguir tudo o que quer, a conseguir conquistar facilmente e a outra pessoa não se deixa conquistar facilmente, há um divergir de opiniões muito grande. E geralmente a pessoa habituada a conquistar facilmente decide prosseguir outros caminhos que a levem a um caminho mais fácil. Como exemplo teriamos novamente da série Gilmore Girls a Rory e o Logan. O Logan disse a Rory que não conseguia ter uma relacionamento com ela porque ele não tinha esse tipo de relacionamentos. 

 

Claro que nem sempre duas pessoas com visões diferentes serão totalmente incompatíveis. Mas é necessária muita vontade e dedicação para conseguir conciliar duas visões diferentes de vida. Se A (Rory) quer dedicar-se aos estudos, fazer uma carreira, ter um relacionamento sério, casar, ter filhos, etc, etc. E o B (Logan) quer viver no momento, peace and love, descontraidamente, sem muitas preocupações com o futuro. Nunca estas duas pessoas, sem vontade e dedicação, conseguem ser amigas ou algo mais e conciliar opiniões. 

 

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D