Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mil e uma maneiras de ver as coisas

Mil e uma maneiras de ver as coisas

Comparações

Por vezes temos tendência de comparar pessoas e situações. Quando não entendemos uma determinada situação e como queremos compreendê-la, temos uma enorme tendência a ir buscar explicação às experiências passadas.

Nada pode ser mais ilusório. Só porque uma determinada situação tem imensas semelhanças com uma outra que já vivemos, e que talvez nos tenha magoado, não quer dizer que esta nova situação tenha necessariamente o mesmo desfecho. 

Gostamos muito de racionalizar e analisar todas as questões até ao cerne e achamos que os sentimentos e relacionamentos são matemáticos. Que se isto acontece assim é porque teve este motivo e vai ter este desfecho. Como se estivessemos a resolver um problema matemático: Se o A tem 10 maçãs e dá a B duas então fica com 8 maçãs.

Bem na vida e nos relacionamentos não há nada de matemático. Mesmo situações idênticas têm diferentes soluções e resoluções. Cada ser humano é único e em relacionamentos temos dois seres humanos únicos a tentar entender o que cada um sente e irá fazer com isso. Nada mais difícil.

A vida não é uma linha simples e fácil de entender. A vida não é um plano cheio de checklists. A vida não é feita de conheci a pessoa, caso com ela, tenho filhos e vivo feliz para sempre. A beleza da vida está na sua imprevisibilidade. No facto de, por mais que pensemos que planeamos alguma coisa, as coisas nunca serão como pensamos ou analisamos poderem ser. 

 

 

How to say it?

É engraçado como às vezes queremos dizer muito e não conseguimos dizer quase nada. É engraçado como queremos dizer isto e dizemos aquilo. Como nos refugiamos nas piadas engraçadas para não irmos ao cerne das questões.

É como se pensassemos em 500 coisas e só dissessemos 10. Às vezes fazemos isto com medo que a pessoa se possa fechar ou que não entenda aquilo que estamos a dizer. Por medo que não sejamos correspondidos naquilo que estamos a transmitir, talvez. 

O ser humano tem a capacidade de se comunicar entre si como ainda nenhum outra ser vivo da terra, e mesmo assim ficamos presos naquilo que podemos ou não dizer. 

Transmitir aos outros sentimentos e pensamentos não é nada fácil, mas será que não vale a pena transmitir mais? Arriscar e ver onde essa transmissão pode levar? Derrotar o medo e agir? 

 

 

Pushing away

O que faz as pessoas simplesmente deixarem de falar e cairem na Awackardness? O que faz de repente já não sermos nada na vida de alguém? Porque é que as pessoas simplesmente não falam sobre isso e não dizem "Não quero ser mais teu amigo. Fizeste isto ou aquilo que me ofendeu e não quero falar mais contigo." Porque não são as pessoas sinceras. 

A falta de coragem e de honestidade irrita solenemente. As pessoas escondem-se atrás de ecrãs de telemóvel e de fachadas, em vez de serem sinceras. 

As pessoas dizem: se a pessoa se afasta. Não ligues, ignora. Não sintas tanto as coisas quando claramente os outros não sentem.

Nem todas as pessoas são iguais e se umas conseguem ser ignoradas e ignorar, outras não conseguem. É como se a pessoa ignorada é que tivesse feito algo de errado. Como se ser gentil e simpática com alguém fosse motivo para se ser ignorado e deixado de parte. 

Honestamente,  não percebo este novo mundo das tecnologias e das interpretações dos comportamentos das pessoas. 

 

Lack of honesty

Ás vezes penso que gostava de viver no século XIX. Ou então numa época em que o contacto social era mais fácil. Honestamente custa muito ao ser humano desenvolver relações (todo o tipo de amizade, não unicamente do conteúdo romântico) normalmente!

Custa muito conhecer as pessoas e ter contacto pessoal, não só pelo ecrã do telemóvel ou do computador?

Ás vezes sinto que hoje em dia é mais fácil ver e ignorar do que realmente tentar desenvolver uma amizade ou relação normal a dizer o que se sente. Mesmo que doa e que se diga olha não tenho paciência para te ouvir falar e quero terminar esta nossa amizade ou relação ou seja lá o tipo de relacionamento interpessoal que as pessoas tenham. 

Enfim... 

Mila-Kunis-Shares-Her-Vulnerable-Emotions-In-Frien

 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D