Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mil e uma maneiras de ver as coisas

Mil e uma maneiras de ver as coisas

Slipping away

Todos os dias e agora cada vez mais sinto a memória de ti a sair de mim. A sair de mim ou a ficar guardada num canto da minha mente e fechada a sete chaves. Já quis muito que voltasses a falar comigo, que me dissesses tudo o que eu queria ouvir. Agora já desisti desse meu desejo. Percebi que já não sou a mesma pessoa que era e aprendi muito contigo. Mudei, muito por tudo causa. 

Mudei tanto que não sei se conseguiria voltar a ter uma história contigo. No entanto, uma parte de mim, de cada vez que entra uma nova pessoa na minha vida, pensa em ti. Tu surges-me na mente. Penso no que me dirias e no que farias. Afinal foste o meu melhor amigo durante uma parte substancial da minha existência. Por outro lado, não consigo deixar de pensar no quão pouco partilhaste verdadeiramente comigo e como a relação era desigual.

A vida dá muitas voltas e não posso dizer com certeza absoluta que se alguma vez voltares a minha vida não te darei uma oportunidade, mas agora, já não me parece ser o tempo de voltar. 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D