Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil e uma maneiras de ver as coisas

Mil e uma maneiras de ver as coisas

Good or bad?

0d05ea580a04247eb86431a587f56853.jpg

Todos os dias temos de tomar decisões. Acordámos de manhã e decidimos se queremos um café cheio ou curto, se queremos manteiga ou queijo no pão. Essas são as ditas decisões fáceis que temos de tomar. Depois há as outras, as decisões difíceis. Aquelas que demorámos a tomar. Aquelas que nos ocupam o pensamento. Aquelas que não queriamos ter de tomar. Como saber se as consequências de uma decisão vão ser boas ou más antes de tomarmos a dita decisão? 

Há alturas em que apetece simplesmente distanciarmo-nos de tudo e não termos de decidir durante algum tempo. Mas na maioria das vezes não podemos fazer isso. Não podemos simplesmente apanhar o próximo avião e ir para um hotel com vista para o mar num destino turístico qualquer e refletir. Por isso há que decidir. 

Na realidade só saberemos se a decisão foi a acertada ou não se tentarmos. Só saberemos se fizemos a escolha certa depois de fazermos a escolha. Há que seguir o coração, independentemente do que a lógica muitas vezes nos possa dizer. Cada um de nós temos os nossos ritmos e enquanto alguns de nós funcionam bem perante a pressão, outros de nós não gostam de se sentir pressionados. Há que tomar o tempo a decidir, respirar fundo e esperar que as consequências sejam positivas. 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D